Dicas

Antes de trocar a sua bateria, venha até a nossa loja e realize um teste para identificar se a falha no sistema elétrico do seu veículo é realmente a bateria.

Não se deve fazer curto circuito na bateria. Quando fechamos o curto-circuito através dos pólos da bateria, dependendo do estado de carga e condições de uso da bateria, esse procedimento, pode destruí-la por completo, ou retirar uma parte significativa de sua vida útil. Dependendo da situação, a bateria pode explodir, causando danos físicos às pessoas a sua volta.

CUIDADOS AO RETIRAR E INSTALAR A BATERIA

Ao retirar uma bateria de um veículo, atente para as normas de segurança existentes na etiqueta da bateria. Retire primeiro o cabo negativo da bateria. Não permita que esse cabo volte a encostar no pólo. Em seguida retire o cabo positivo. Ao colocar a bateria nova, insira primeiro o conector do cabo positivo no pólo positivo da bateria, tomando o cuidado de fixá-lo corretamente. Em seguida, coloque o conector negativo, fixando firmemente. Aplique manualmente uma torção aos conectores. Quando corretamente fixados, eles não devem se mover. Não se esqueça de fixar corretamente a bateria na bandeja do veículo. Baterias que trabalham soltas no suporte têm sua vida útil significativamente diminuída.

UMA BATERIA DESCARREGA SE FICAR ARMAZENADA (SEM USO)?

Sim. Quando uma bateria não está sendo utilizada, sofre um fenômeno que denominamos autodescarga. Isso é decorrente de suas características físicas, entretanto, dependendo dos materiais utilizados em sua fabricação a bateria pode ter uma autodescarga maior ou menor. Algumas baterias são fabricadas com uma liga especial que diminui significativamente o nível de autodescarga.

O QUE CAUSA A SOBRECARGA?

O fenômeno é causado por vários motivos um deles é o mau funcionamento do regulador de tensão do veículo. O regulador deve executar o gerenciamento da tensão (voltagem) que é enviada pelo alternador do veículo para a bateria e o sistema elétrico do veículo. A bateria tem, por sua vez, a função de armazenar a carga para posterior consumo. Em geral, a tensão admissível deve estar entre 13,8 V e 14,4 V. Toda vez que o limite de 14,4 volts for superado, tem início um superaquecimento da bateria gerando a sobrecarga. A sobrecarga pode ser constante ou intermitente, dependendo da origem do problema. O regulador de tensão também realiza outra importante ação. Toda vez que a temperatura do compartimento do motor aumentar, o regulador de tensão deve realizar a compensação térmica desse aumento de temperatura, realizando a diminuição da tensão regulada, e consequentemente a corrente que está sendo enviada à bateria, evitando que a temperatura máxima admissível seja ultrapassada. O mau funcionamento do regulador de tensão compromete a vida útil da bateria. A utilização, por longos períodos de tempo, de componentes elétricos/eletrônicos no veículo com o motor desligado também pode provocar uma sobrecarga - uma vez que uma bateria, ao encontrar-se profundamente descarregada, ao acionar o motor de partida e em seguida o motor do veículo, sinaliza ao alternador do veículo que está sem carga. Hoje os alternadores são bastante potentes. Com a informação de que a bateria encontra-se descarregada, correntes de 40, 50 60 ou mais ámperes são enviadas à bateria, provocando uma sobrecarga, a qual denominamos sobrecarga por mau uso.

CUIDADOS GERAIS

Ao instalar uma bateria, deve-se entretanto tomar o cuidado de não contaminar o pólo da bateria com um conector que esteja umedecido pelo ácido de outra bateria. Caso o cabo esteja contaminado, deve-se lavá-lo em solução de água e bicarbonato de sódio e esfregá-lo com uma escova de aço, até que todo o conector adquira um brilho metálico intenso, tomando o cuidado de retirar todo o vestígio do zinabre. Após essa operação, lave o conector em água corrente e seque adequadamente. Caso se perceba que não existe a possibilidade de limpeza do conector ou cabo, devido ao estado de corrosão, tanto o cabo quanto o conector devem ser substituídos por novos de mesma bitola e qualidade do original de fábrica.

MINHA BATERIA ESTÁ DESCARREGADA, PRECISO TROCÁ-LA?

O fato de a bateria estar descarregada, não significa que ela esteja com defeito. Os principais motivos que provocam a descarga são: - Fuga de corrente elevada - Uso de acessórios elétricos com o veículo desligado - Alternador não gera energia suficiente - Adaptações de acessórios em demasia.